Festival Curta Histórias

 Festival de cinema dirigido aos alunos.

 

Este projeto é um festival de cinema, de curtas-metragens, dirigido aos alunos matriculados na Educação Básica da rede pública de ensino de todo o país, para elaboração de vídeos exclusivos sobre o tema étnico-racial. Uma iniciativa que busca incentivar novos talentos na arte audiovisual e estimular o desenvolvimento de atividades pedagógicas de cunho cultural e educativo nas escolas públicas.
 
O Festival Curta Histórias foi lançado pela parceria do Ministério da Educação, via SECADI-Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão, com a Unesco, Fundação Telefônica, Fundação Cultural Palmares e Fundação Vale.
 
É um evento que valoriza a educação voltada para as relações étnico-raciais e a implementação da Lei Federal nº 10.639/03, que torna obrigatório o estudo da história e cultura afro-brasileira na Educação Básica.
 
Os objetivos do Festival

 

  • Incentivar a pesquisa e a análise crítica de estudantes e professores da rede pública de ensino, sobre a influência africana no processo de formação do povo e da diversidade étnico-racial brasileira;
  • Promover o interesse e conhecimento de atividades cinematográficas nos alunos;
  • Moldar o ensino de conteúdos étnico-raciais de forma prazerosa e através de tecnologias de interesse dos jovens; e
  • Construir relações sociais que respeitem as diferenças e valorize a pluralidade cultural.


Regras da premiação 

 

A captação em vídeo pode ser feita por meio de celulares ou câmaras digitais domésticas, com o material final de até um minuto de duração, e quem pode participar do Festival são os alunos da Rede Pública de Ensino de todo o país, juntamente com seus professores.Os vídeos devem ser produzidos por uma equipe formada por um professor ou educador responsável e até cinco alunos. Cada escola pode inscrever apenas um vídeo em cada uma das seguintes categorias: 

  

  • Ensino Fundamental (anos iniciais).
  • Ensino Fundamental (anos finais).
  • Ensino Médio.
  • Educação de Jovens e Adultos.

 

 
 ​     Os curtas são uma forma de pensar a cultura e a história da África e dos afro-brasileiros a partir da visão das crianças. Com o festival, quisemos trazer histórias, memórias, o dia a dia, as reflexões e os desafios das crianças e adolescentes brasileiros.​
Macaé Evaristo - Secretaria de Educação Continuada,
Alfabetização, Diversidade e Inclusão do MEC. 

 

 

 
Criado em 2013, ano em que a Lei completou dez anos de vigência, o Festival na sua primeira edição teve como tema ‘Africanidades Brasileiras’, e em 2014, “Personalidades Negras”.
     

 


 
​                     
Premiação
Alunos e professores
Curso de formação em cinema e empreendedorismo, 01 tablet e 01 celular   smartphone.

Escola
Cinemateca com 20 filmes, 01 aparelho data show, 01 DVD player, 01 filmadora digital e 01 câmera fotográfica semiprofissional.
              ​                          
Premiação
Alunos
01 celular smartphone para cada participante da equipe e uma oficina de audiovisual.

Professores
01 smartphone, uma câmera digital semiprofissional e uma oficina de audiovisual.
 
Escola
01 aparelho data show, um DVD player, uma câmera fotográfica semiprofissional e 01 cinemateca.
                           ​
  

 Para mais informações, acesse: http://curtahistorias.mec.gov.br/