12/04/2017 - Educação

 Braille para todos: conheça o projeto que promove inclusão social por meio da leitura em Ipatinga

 O projeto foi um dos vencedores do prêmio Aprender na Cidade




Utilizar a leitura como instrumento de inclusão social. Com esse intuito, a Associação dos Deficientes Visuais de Ipatinga (Adevipa) concebeu o projeto "Braille para Todos", iniciativa que prevê a melhoria de um espaço de leitura da instituição e onde serão realizadas oficinas de leitura e de escrita em braile como forma de democratizar a aprendizagem do sistema de leitura e escrita tátil. As atividades, que são gratuitas e ocorrem todas as quartas e quintas-feiras, às 14 horas, na sede da associação, envolvem também rodas de leitura e contação de histórias e são destinadas tanto para pessoas que apresentam algum tipo de deficiência visual, quanto para quem não tem qualquer limitação na visão.
 
O projeto foi um dos vencedores do edital Aprender na Cidade, iniciativa da Fundação Vale realizada no ano passado com o intuito de contribuir para a ampliação de espaços e de projetos de leitura nos 34 municípios capixabas e mineiros percorridos pelo Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas. Foram premiadas com recursos financeiros instituições que já realizam, ou que tinham interesse em promover atividades voltadas à promoção do livro e da leitura em duas categorias distintas: montagem ou melhoria de espaços de leitura e projetos de leitura.
 
"O projeto Braille para Todos busca também colaborar para a criação de um ambiente institucional mais inclusivo, promovendo a acessibilidade e estimulando o aprendizado do sistema de leitura e escrita tátil, dada a sua importância para a inclusão social", explica o vice-presidenteda Adevipa Luiz Alves Ribeiro. As oficinas utilizam como ferramenta uma abordagem lúdica, informativa e sensibilizadora, colocando o público em contato com a realidade das pessoas com deficiência visual.
 
Com o recurso recebido, como uma das vencedoras do Aprender na Cidade, a Adevipa realizou melhorias em seu espaço de leitura a partir da aquisição de materiais pedagógicos, novo mobiliário, livros infantis e de equipamentos tecnológicos. "A adequação do espaço já foi feita e agora estamos na fase de oficinas de braile para deficientes ou não", explica Iolanda Miranda Teixeira, coordenadora da Adevipa. "A participação no Projeto Braille para Todos superou as minhas expectativas. É grande a aceitação das pessoas com deficiência visual, comunidade e familiares. Estou muito feliz com o projeto", declara uma das alunas das oficinas de leitura em braile, Elaine Cordeiro.
 
Fundação Vale
 
A Fundação Vale (FV) desenvolve projetos sociais voluntários nas áreas de Educação, Geração de Trabalho e Renda, e Saúde. Em seu eixo Educação, as linhas prioritárias são a Educação de Jovens e Adultos, a Promoção do Livro e da Leitura e o Desenvolvimento Infantil.