19/06/2018 - Educação

 Todos temos histórias para contar

 Fundação Vale promove projeto de promoção da leitura



Quem nunca se pegou parado, entretido com a história que alguém contava? Seja na infância ou na fase adulta, as histórias permeiam a cultura, a identidade, nosso dia a dia. É uma oportunidade de conhecer novos mundos, compartilhar experiências e vivências. É poder conhecer mais sobre nós mesmos, sobre nossa origem, e aprender sobre o outro.
Essas são algumas das discussões que permeiam a formação de educadores do projeto Rotas e Redes Literárias: uma iniciativa da Fundação Vale de fomento ao livro e à leitura que objetiva o aumento do acesso ao livro literário e do número de leitores por meio de encontros de formação com profissionais de educação, remodelagem de salas de leitura em escolas públicas e ampliação do acervo de livros literários, promovendo uma rede leitora nos municípios.
 
Este ano, o projeto está acontecendo em Mangaratiba desde abril, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME) e o Instituto de Arte Tear. “Estou muito animado com a dinâmica e qualidade do curso, que contribui com conhecimentos teóricos e práticos com os quais trabalhamos no dia a dia. Nos oferece contato com novas possibilidades e experiências úteis para o nosso proveito profissional”, conta Daniel Martinez, coordenador de projetos culturais da superintendência de projetos educacionais da SME.
 
 
No eixo de formação dos profissionais de educação, o projeto envolve cerca de 80 educadores, bem como a equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação em encontros semanais de 4 horas, totalizando uma carga horária de 64h de formação até o fim do ano. As formações contemplam oficinas participativas com diversas atividades lúdicas e reflexivas, envolvendo as diferentes linguagens da arte (contação de histórias, teatro, dança, música, artes visuais e artemidias). Além dos encontros formativos, estes profissionais terão oportunidade de sistematizar suas experiências em uma publicação a ser lançada no Seminário Final do projeto, previsto para novembro de 2018.
 
“O projeto Rotas e Redes Literárias é uma verdadeira viagem pelo mundo da literatura! É muito bom ver o encantamento nos olhos de cada professor! Teoria e prática combinadas em perfeita sintonia, enriquecendo nossa prática pedagógica e principalmente, nossas vidas. Estou muito feliz em vivenciar essa experiência”, conta Claudia de Oliveira Gonçalves Soares, coordenadora das Salas de Leitura do município de Mangaratiba.
 
A Fundação Vale atua com projetos de promoção do livro e da leitura também em municípios do Pará, Maranhão e Minas Gerais, contribuindo para uma das estratégias da Meta nº 7 do Plano Nacional de Educação 2014-2024, que menciona a formação de leitores e a capacitação de professores, bibliotecários e agentes da comunidade para atuarem como mediadores de leitura, de acordo com a especificidade das diferentes etapas do desenvolvimento e da aprendizagem.