Produtores da APA do Gelado podem ampliar produção leiteira

 Fundação Vale apoiando a capacitação e assistência técnica



Produtores recebem orientação sobre gestão da renda e requisitos para uma boa produção


Sr. Adão e Dona Lúcia Florentine são produtores rurais na APA do Gelado. Eles integram o grupo de 17 proprietários que, durante um ano, participarão de projeto de capacitação desenvolvido pela Associação e que conta com a parceria da Fundação Vale. O objetivo é , ampliar a produção leiteira local e fortalecer a matriz econômica do leite em Parauapebas.

De acordo com a analista de Negócios Sociais da Fundação Vale, Georgina Rosa, a demanda de capacitação e apoio produtivo veio diretamente dos produtores da APA que fornecem para o Laticínio Estação. "A base de nossa atuação é a metodologia do programa Balde Cheio da Embrapa, que além de melhorar o manejo do rebanho tem como foco o gerenciamento da propriedade pelos produtores atendidos”.

Ela comenta também que “além da capacitação, iremos apoiar com na implantação de 1ha de pasto irrigado no sistema rotacionado por propriedade, o que dá maior produtividade em uma área menor, serviços de mecanização, sistema de irrigação, piquetiamento, doação de sementes e adubo, além de um ano de assistência técnica. Todo aparato, para que eles tenham toda competência e sigam independentes", destaca Georgina.

Técnico dá instruções em campo sobre o manejo rotacionado, que aumenta a produção com correto uso do solo

Seu Adão assistiu a primeira aula aplicado. Para ele, o dia
de formação trouxe um aprendizado muito bom. "Pode ser que nos primeiros dias, até pegar a prática, a gente pode ter um pouco de dificuldade. Mas tendência é melhorar. Se a gente tem um projeto, mas não tem treinamento para saber lidar, fazer as contas de lucro e de custo, sem esses conhecimentos, a gente não chegaria a lugar nenhum", conclui. As próximas capacitações estão previstas para setembro e novembro.


Sobre o Laticínio Estação
O Laticínio Estação, coordenado pela área de Geração de Trabalho e Renda da Fundação Vale, em parceria com Associações de Produtores Rurais, está instalado na comunidade da APA do Gelado. Na unidade, o total de 4,1mil litros de leite adquirido diariamente de 88 produtores de oito comunidades de Parauapebas é transformado em queijo e manteiga. Os produtos já chegam a supermercados locais e também em Marabá, Castanhal e Belém, além de pizzarias, padaria, casa de massas e hotel. A atividade tem favorecido uma outra vocação econômica do município, a produção agropecuária.