08/06/2020 - Saúde

 Fundação Vale redireciona Ciclo Saúde para ações relacionadas à Covid-19

 Ao todo, 32 municípios serão beneficiados


O fortalecimento da gestão de 280 Unidades Básicas de Saúde (UBS), que já era um dos eixos do programa Ciclo Saúde no Pará, Maranhão, Minas Gerais e Espírito Santo, agora está direcionado a iniciativas relacionadas ao combate à Covid-19. Os equipamentos e insumos disponibilizados serão específicos para identificação e tratamento dos pacientes infectados pelo novo coronavírus e para proteção dos profissionais das UBS, além de pacientes e acompanhantes.

O investimento será de R$ 2.8 milhões em seis meses, com a entrega planejada de mais de 760.000 insumos e mais de 6.900 materiais e equipamentos. No total, 32 municípios serão beneficiados com o redirecionamento. “A Fundação Vale tem atuado em consonância com as orientações da Organização Mundial de Saúde para contribuir com o enfrentamento da pandemia. Como a Atenção Básica é o principal acesso aos serviços de Saúde para maioria da população, a área se torna ainda mais estratégica neste momento", afirma Pâmella De-Cnop, gerente da Fundação Vale.

Mesmo com o novo foco, a proposta mantém o modelo de cooperação técnica para qualificação de equipes de Estratégia de Saúde da Família e o fornecimento de equipamentos que propiciem o aperfeiçoamento do diagnóstico e da prática clínica.

Sobre o Ciclo Saúde

Voltado ao fortalecimento da Atenção Básica desde sua criação, em 2014, o Programa Ciclo Saúde é uma iniciativa da Fundação Vale, em parceria técnica com o Centro de Promoção da Saúde (CEDAPS) e o Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família da Estácio de Sá.

​​